O tapete vermelho do Globo de Ouro exibiu um desfile de mulheres bem mais elegantes do que em outras temporadas. O clássico lábio vermelho em várias versões. Desde o batom mate ao mais vinhos e brilhantes, olhos com coloridos esfumados e sobrancelhas marcadas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os cabeleireiros de LA não tiveram tanto trabalho nesta edição. Cabelos menos montados, o trabalho ficou mesmo, na hora de acertarem a cor, corte e textura. Só para os bons.

PRESOS

A maioria dos presos é simples e minimalista. Coques simples, rabo-de-cavalo baixo e tranças, como as laterais sequinhas, com exceção da Cate Blanch e Kate Winslet que, certamente, tiveram a sensação de estarem usando o mesmo vestido…

Este slideshow necessita de JavaScript.

MÉDIOS

Lisos ou ondulados, várias versões dos infalíveis e modernos Long Bob, como da Jennifer Lopez, Annie Guest (acompanhada de sua mãe, a modernérrima Jamie Lee Curtis, de cabelos curtíssimos) num platinum maravilhoso, Angela Basset’s e a estonteante Rosie Huntington. Já Lady Gaga se inspirou  nas divas 50’s e a elegante Zoe arrasou num minimal Chanel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

LONGOS

Com exceção da sexy Katy Perry, toda inspirada nos anos 60, as divas se concentraram em dar boas texturas aos fios. A mais cool foi Julianne Moore, com os fios mais ‘podrinhos’. Já Amy Close, Brie Larson, Sarah Hay e a new princess Zendala capricharam no ondulado e movimento das madeixas.

Este slideshow necessita de JavaScript.